Referência Nacional na Área Forense
ATENDIMENTO

Ciberprofiling e Criminologia Digital

No encalço de um suspeito, o domínio do labirinto digital faz diferença.

Sobre o curso

CURSO CARREIRA EM CIBERPROFILING E CRIMINOLOGIA DIGITAL

No final de 2021, o Brasil aderiu à Convenção sobre o Cibercrime, firmada em Budapeste (2001). Umas das considerações que fundamentam essa convenção é a necessidade de cooperação entre Estado e a indústria privada no combate à cibercriminalidade. Essa nova adesão traz perspectivas interessantes para a futura atuação de profilers criminais especializados em crimes digitais.

O curso tem duração de 6 meses, e contempla 24 encontros online e ao vivo. As aulas acontecem semanalmente às terças-feiras das 19h às 22h.


CERTIFICAÇÃO: 
O participante obterá um FVM - Carreira Foundation Certificate na área específica do programa concluído. O certificado deste programa pode ser incluído junto às informações profissionais em cadastros de auxiliares da Justiça nos tribunais brasileiros, para fins de nomeação judicial.

PRÉ-REQUISITO:
Este programa tem como pré-requisito a comprovação, pelo participante, de conclusão de curso superior de graduação, com diploma devidamente registrado junto ao MEC ou mediante comprovante de conclusão de curso de graduação emitido por instituição de ensino superior.



 
FVM é Referência Nacional
Pioneirismo e mais de 15 anos na Área Forense
Curso Carreira
Certificado FVM - Foundation Certificate
Aulas
Lives (Videoconferência)
Duração: 6 Meses
24 Encontros Online Ao Vivo (Videoconferência)
Dias e Horários
Terças-feiras das 19h às 22h
Carga Horária
120 horas




 

Trabalho e Carreira

O profissional certificado neste programa estará capacitado a coletar e organizar informações relevantes ao perfilamento de ofensores digitais, bem como a elaborar seu relatório final. Deve-se notar que o Ciberprofiling é uma área nova, sendo que os profissionais certificados estarão à frente do seu tempo.

PERFIL PROFISSIONAL
O profissional certificado em Ciberprofiling e Criminologia Digital lida com análises de informações relevantes ao perfilamento de ofensores digitais. Deve ser um profissional de perfil detalhista, observador, organizado e paciente, interessado em conhecer diversas realidades culturais e variados tipos de comportamentos. Além disso, esse profissional deve apreciar a pesquisa e o trabalho com dados, na busca de padrões para refinamento de suas análises e melhor qualidade de seus relatórios finais.

Exemplos de atuação:
- Colaboração em investigações sobre crimes digitais;
- Consultoria a escritores e roteiristas de ficção ou documentários;
- Assessor em investigações particulares, nos limites legais.





 

Conteúdo Programático

CARGA HORÁRIA TOTAL: 
120 horas incluindo aulas online e ao vivo e estudos dirigidos.

O profissional certificado neste programa estará capacitado a coletar e organizar informações relevantes ao perfilamento de ofensores digitais, bem como a elaborar seu relatório final. Deve-se notar que o Ciberprofiling é uma área nova, sendo que os profissionais certificados estarão à frente do seu tempo.

Todos os programas da modalidade Career contam com enfoque  de aquisição de competências direcionadas à aplicação prática de conhecimentos.

Para isso, estão abrangidos nesta modalidade de programa:
- Contextualização da área frente ao universo profissional;
- Procedimentos e protocolos;
- Legislações, regulamentações e normas técnicas aplicáveis à área;
- Conceitos e terminologia técnica da área;
- Instrumentos e métodos aplicáveis à área;
- Técnicas profissionais aplicáveis à área.

Especificamente, o programa Ciberprofiling e Criminologia Digital, objetiva o aprendizado principalmente, nos seguintes tópicos:
- Introdução ao Profiling Criminal: Tema fundamental para embasamento do trabalho dos perfiladores criminais, visa tratar os principais aspectos teóricos do Profiling Criminal a partir de referências sólidas e internacionalmente reconhecidas.
- Elementos da Criminologia Digital: Perspectiva inovadora surgida nas salas de aula da pós-graduação FVM/IPEBJ, este tema traz uma forma sistemática de compreender os quatro principais elementos criminológicos no meio digital: a ofensa, o ofensor, a vítima e o controle social.
- Redes sociais e cultura digital: O meio digital se compõe de relações envolvendo muitas variações culturais. Compreender como essas variações se organizam em redes sociais, grupos e comunidades é fundamental para o entendimento dos contextos onde potenciais ofensores e vítimas estão inseridos.
- Psicossociologia digital: O anonimato na Internet é mais uma cortina por detrás da qual potenciais ofensores podem esconder seus conflitos internos. Quais os sinais devem ser buscados para a compreensão da psique desses ofensores em potencial?
- Modus Operandi - crimes sexuais e crimes de ódio: Embora o Profiling Criminal seja de contínua evolução e descoberta, os trabalhos e investigações prévias devem ser considerados, buscando-se padrões de comportamento a fim de que o profiler possa contribuir significativamente com as investigações. O foco deste tópico será no modus operandi em crimes sexuais e crimes de ódio no meio digital, que estão entre o mais noticiados e entre os mais graves.
- Deep Web e Dark Web: Há determinados setores da Internet que não podem ser indexados por mecanismos de busca, seja por serem áreas de acesso privado, seja por poderem ser acessados apenas por meio de ferramentas especiais de navegação. Nessas áreas, aumenta o potencial de atuação criminosa, podendo em alguns casos servir como importante fonte de informação ao profiler.
- Gestão de evidências (Método ProfCrim): Um profiler trabalha com uma quantidade grande de informação, com riqueza de detalhes que podem contribuir significativamente com as investigações criminais. Como organizar essas informações? O Método ProfCrim, exclusivo da FVM/IPEBJ, pode ajudar nessa tarefa.
- Escrita forense e elaboração de relatório: Com as informações coletadas e bem organizadas, é preciso transpô-las de maneira objetiva e transparente ao relatório final. Este tópico tem o objetivo de auxiliar nessa tarefa, promovendo a escrita forense metódica por meio de tópicos predefinidos.


BENEFÍCIOS:
- Acesso à plataforma digital da FVM; 
- Acesso à curadoria de referências científicas e técnicas; 
- Download de materiais de aula; 
- Pontuação Forense Experience; 
- Certificado de Carreira na área específica do FVM - Carreira Foundation Certificate concluído. 

*A FVM reserva-se no direito de não iniciar a turma caso o número mínimo de alunos não seja atingido. Neste caso, o valor da primeira parcela paga será devolvido integralmente.



 

Aprenda com os melhores professores

Coordenadores

Gustavo D'Andrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES). Coordenador Acadêmico e docente do IPEBJ/ FVM - Faculdade Volpe Miele. Editor dos livros com selo editorial Volpe Miele.

Tânia Mara Volpe Miele

Diretora da FVM - Faculdade Volpe Miele. Sócia fundadora e diretora do IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos, editor responsável pela revista científica eletrônica Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics e editor de livro com sele Volpe Miele. Especialização em Bioéitca pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil. Bacharel em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá (1980) com habilitação em Patologia Clínica e Análises Clínicas. Advogada. Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, SP (1997) com habilitação em Direito Privado. Pós graduação em Direito Médico, Odontológico e da Saúde; Pós graduação em Ciências Forenses;  Pós graduação em Criminologia, Pós graduação em Psicologia Jurídica e Pós graduação em Criminal Profiling.  Coordenadora de extensão e pós graduação do IPEBJ. Idealizadora e coordenadora do FSI Brasil - Forensic Science Investigation - Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa na área Forense. Presidente Fundadora da International Academy of Forensic Investigation, Criminology and Criminal Profiling – FICC Academy
. Ex Executive Director - BioProphecy Brasil/USA. Ex Coordenadora da Comissão de Perícias Forenses da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto. Ex  Coordenadora da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP Subsecção de Ribeirão Preto. Ex-coordenadora da Comissão de Direito Médico e da Saúde da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto. Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FMRP-USP. Ex Coordenadora da Comissão Jurídica da SBIOMAC - Sociedade Biomédica de Acupuntura. Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da World Association for Medical Law. Membro da Sociedade Brasileira de Bioética; Membro do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Membro da Associação Brasileira de Ciências Forenses. Membro da International Association of Forensic Investigators (DIAFI) México.
Membro do Instituto Mexicano de Investigación Científica y Forense.   

Professores

Fernanda Aguiar Pizeta

Psicóloga pela FFCLRP-USP, Psicóloga Judiciária do Anexo da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Fórum da Comarca de Ribeirão Preto - Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Docente junto ao Curso de Psicologia da Universidade Paulista-UNIP, Pós-doutora pelo Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP, Doutora em Ciências pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo - Programa de Pós-Graduação do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP e Especialista em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo. Atuação, principalmente, nos seguintes temas: psicologia jurídica, saúde mental, desenvolvimento infantil, psicodinamismos familiares.

Gustavo D'Andrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES). Coordenador Acadêmico e docente do IPEBJ/ FVM - Faculdade Volpe Miele. Editor dos livros com selo editorial Volpe Miele.

Hericson dos Santos

Perito Criminal do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo, responsável pelo Laboratório de Informática Forense do Núcleo de Perícias Criminalísticas de Araçatuba. Ex-Escrivão de Polícia Civil do Centro de Inteligência Policial de Araçatuba. Bacharel em Ciência da Computação. Especialista em Redes e Telecomunicações e Especialista em Perícia Forense Aplicada à Informática. Mestrando em Ciência da Computação ICMC/USP. Instrutor de Investigação de Crimes Cibernéticos da Secretaria de Operações Integradas da Diretoria de Inteligência do Ministério da Justiça e Segurança Púbica ? SEOPI/DINT/MJSP. Instrutor de Investigação de Crimes de Abuso Sexual Infantil pela Internet credenciado pela HSI/ICE da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Integrante da Equipe de Coordenação das Operações ?Luz da Infância? de Combate à Exploração Sexual Infantil junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. Coautor do livro: Deep Web Investigação no Submundo da Internet; coautor das obras: Tratado de Investigação Criminal Tecnológica e Enfrentamento da Corrupção e Investigação Criminal Tecnológica.

Priscila Alcântara da Costa

Psicóloga Clínica e Forense.  Atuação em pesquisa, análise do discurso e detecção da mentira intervenção na investigação e perfilamento do comportamento no setor eclesiástico/religioso e com pessoas portadoras de Transtorno de Personalidade Psicopata e Orientadora em Medidas de Proteção e Prevenção. Especialista e orientadora em Dependência Química pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Especialista em Prevenção do Uso de Drogas pelo SENAD da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC .Especialista em Psicopatologia e Psicofarmacologia .Pós-graduanda especialista em Criminal Profiling – IPEBJ . Mestranda em Ciências Médicas . Pesquisadora na área de Transtornos de Personalidade e Comportamento Desviante .Orientadora e Produtora de material técnico em análise de fatores de riscos e fatores de proteção em saúde mental e dependência química.  Orientadora de líderes, voluntários, profissionais e gestores de comunidades terapêuticas pelo SENAD da Universidade do Estado de São Paulo – UNESP .Coordenadora Geral do programa de tratamento e prevenção em Dependência Química da Fraternidade Missionária O Caminho.  Graduanda em Filosofia e Teologia.

 

Fotos

VII SIMPOCRIME
VII SIMPOCRIME
XII Simpósio Forense
XII Simpósio Forense
XI Simpósio Forense
XI Simpósio Forense
VI SIMPOCRIME
VI SIMPOCRIME
Psicologia Policial x Linguística Forense
Psicologia Policial x Linguística Foren...
Combate Forense: Balística Forense
Combate Forense: Balística Forense
Odontologia Legal x Antropologia Forense
Odontologia Legal x Antropologia Forense...
Ciências Forenses x Criminal Profiling
Ciências Forenses x Criminal Profiling
Ciências Forenses - Botânica Forense
Ciências Forenses - Botânica Forense
X Simpósio Forense
X Simpósio Forense
Ciências Forenses - Papiloscopia
Ciências Forenses - Papiloscopia
Fanáticos Forenses - São Paulo
Fanáticos Forenses - São Paulo
V SIMPOCRIME
V SIMPOCRIME
IX Simpósio Forense
IX Simpósio Forense
IV SIMPOCRIME
IV SIMPOCRIME