Referência Nacional na Área Forense
ATENDIMENTO

Neurociência no Direito e no Comportamento Humano

  • Certificação: Curso Reconhecido pelo MEC
  • Titulação: Especialista
  • Modalidades: Presencial e EAD Live

SOBRE O CURSO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM NEUROCIÊNCIA NO DIREITO E NO COMPORTAMENTO HUMANO

A neurociência é uma área que está ganhando cada vez mais espaço, já que profissionais de diferentes áreas, como do Direito/Justiça, tem identificado a importância do estudo do cérebro e suas correlações com o comportamento humano.

De forma inovadora, a FVM - Faculdade Volpe Miele oferece uma especialização que reúne os conceitos e estudos da Neurociência aplicada ao Direito a partir dos Estudos da Mente e do Comportamento Humano. Bastante diferenciado, sendo o único no país com esse enfoque. Nenhum outro curso de Neurociências brasileiro aborda significativamente a relação entre cérebro, comportamento e criminalidade aplicados ao Direito o que envolve uma combinação de estudos de Criminologia, Psiquiatria e discussões das recentes pesquisas internacionais de Neurociências na área de imagens médicas voltadas para o comportamento criminal.

A neurociência constitui-se de uma área de investigação interdisciplinar do sistema nervoso, o que inclui diferentes aspectos de estudos sobre o funcionamento do cérebro, abrangendo aspectos moleculares, celulares, de desenvolvimento, comportamentais, evolucionários e médicos. Já a análise da comunicação não verbal do comportamento compreende o campo de pesquisa que há décadas possui acervo de estudos que tem muito a contribuir para os profissionais envolvidos na área de segurança pública no sentido de agregar conhecimentos que aprimorem sua competência para análise da comunicação.

A dimensão não verbal da comunicação envolve todas as manifestações não expressas por palavras, cuja significação está vinculada ao contexto em que ocorrem: a avaliação do que foi dito e como foi dito traz elementos importantes para a investigação (interrogatórios) ou para a fase processual (depoimentos em audiência). Destaca aqui uma grande contribuição aos operadores do Direito.

Hoje, entendemos que os conhecimentos disponibilizados pelas ciências da mente e do comportamento, neurociências e psicologia comportamental, podem provocar questionamentos importantes e aplicáveis para os magistrados, advogados e psicólogos forenses, isto é, enxergar a conduta humana com uma visão interdisciplinar e entender o que acontece no cérebro de uma pessoa é extremamente relevante para os muitos domínios do Direito. E é isso que queremos oferecer com essa pós-graduação pioneira no país. Aqui, você encontrará a melhor equipe interdisciplinar capaz de transmitir uma compreensão profunda da natureza comportamental humana e suas aplicações no sistema judicial.

TRABALHO E CARREIRA
O especialista em Neurociência aplicada ao Direito e conhecedor do Comportamento pode:
- Atuar como assistente técnico, fornecendo pareceres quando solicitado judicialmente por algumas das partes (defensoria ou acusação);
- Fornecer consultoria e assessoria para investigadores, policiais, delegados, atores jurídicos, bem como para escritores, roteiristas e diretores de filmes e novelas, por exemplo, dado o grande interesse que essa área desperta no público;
- Seguir carreira como docente em cursos de nível superior ou desenvolver pesquisa;
- Para Peritos Criminais (aprovados em concurso da Polícia Civil ou Federal), incentivar e auxiliar no uso desses conhecimentos, ainda pouco utilizados pela polícia brasileira;
- Aplicar o conhecimento de condições psiquiátricas, bem como de aspectos anatômicos e fisiológicos do cérebro, relacionados ao cometimento de crimes em profissões da saúde;
- Em âmbito privado, trabalhar em empresas de segurança e seguradoras para evitar a ocorrência de crimes (mesmo fraudes). A detecção de mentiras é especialmente importante para esse tipo de empresas;
- Trabalhar em centros de estudos comportamentais e instituições de saúde com foco em avaliação, acompanhamento e reabilitação psiquiátrica e psicológica.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TÓPICOS
Neurociência Básica
- Origem e Fundamentos da Neurociência
- Organização Geral do Sistema Nervoso Central
- Neurofisiologia
- Plasticidade Cerebral
- Neuroimagens
- Psicofarmacologia

Neurociência Criminal
- Psicologia Evolucionista Forense
- Fundamentos da Criminologia e Criminologia Clínica
- Neurociência e Psiquiatria Forense
- Neurociência e Dependência Química
- O Crime e os Transtornos Mentais
- O Cérebro do Psicopata
- Práticas Avaliativas em Neuropsicologia Forense
- O Processo Pericial e os Viéses Cognitivos

Neurociência e Direito
- Neuro Ética
- Fundamentos de Direito e de Direito Processual
- Psicopatologia e Imputabilidadde
- Biopsicossociologia do Comportamento
- Neurociência e Justiça
- Neurociências nos Tribunais
- Técnicas de Entrevista e Acompanhamento de Depoimentos

Módulo Metodológico
- Didática do Ensino Superior
- Metodologia Científica

CARGA HORÁRIA TOTAL: 400 horas
Incluindo aulas, estudo dirigido e elaboração de TFC (Trabalho Final de Curso).

OBJETIVOS DO CURSO

- Propiciar a contextualização e o aprendizado de conhecimentos atualizados dos mecanismos de funcionamento do sistema nervoso ressaltando a importância do conhecimento de neurobiologia do comportamento na área forense.
- Aprofundar o conhecimento e realizar uma contextualização de estudos das últimas décadas no que diz respeito a temas centrais para a compreensão do comportamento criminal.
- Oferecer aos alunos do curso conhecimento técnico em psicobiologia das emoções em suas manifestações expressivas através do estudo da cinésica, área de investigação do âmbito da comunicação não verbal do comportamento.
- Treinar a habilidade de reconhecimento das incongruências emocionais do emissor que interage, reconhecendo pontos quentes de um discurso ou contexto que precisa ser melhor investigado visando a segurança e o adequado manejo de situações específicas.
- Apoiar o operador do Direito na sua atuação junto aos Tribunais, para que possam entender os comportamentos, estado mental das pessoa sque figuram nos processos judiciais

PARA QUEM SE DESTINA?
Profissionais da saúde e das áreas humanas como: médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos, advogados, magistrados, físicos, terapeutas ocupacionais, musicoterapêutas, educadores físicos, assistentes sociais e demais afins ou qualquer outro profissional que tenha interesse na área.

Tem como pré-requisito a comprovação, pelo participante, de conclusão de curso superior de graduação, com diploma devidamente registrado junto ao MEC ou mediante comprovante de conclusão de curso de graduação emitido por instituição de ensino superior.

COORDENADORES

Adilson Pereira

Físico graduado na UNISA (Universidade de Santo Amaro – São Paulo). Perito Criminal desde 1987. Perito Criminal Classe Especial. Assessor Técnico da Diretoria Geral do Instituto de Criminalística de São Paulo (2000-2004 e de 2015 até hoje). Atuou em locais de crime por 14 anos. 7 ANOS - Diretor do Núcleo de Física do Instituto de Criminalística da Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo. 1 ANO - Diretor Geral dos Núcleos laboratoriais da Polícia Técnico-Científica de São Paulo; 2 ANOS - Diretor Geral do Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo. Professor da Academia de Polícia de São Paulo/SP desde 2001 – Área Criminalística. Coordenador e Docente no IPEBJ. Professor de pós-graduação em Ciências Forenses nas seguintes instituições: Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências, Porto/Portugal. IPEBJ - Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos de Ribeirão Preto/SP desde 2010. UniFMU – Unidade Santo Amaro – São Paulo – Capital, desde 2013. Atua nas seguintes áreas da perícia e ensino (teoria e prática):Criminalística; Balística Forense; Física Forense. Levantamento Técnico de Local de Crime; Perícias em Acidentes de Trânsito; Noções e Perícias em explosivos; Análises e Coleta de Manchas e Impressões em Locais de Crimes. Especialização em Investigação Técnico Científica de Cenas de Crime em Geral (2009) e em Cenas de Crimes de Homicídio em 2011, CSI (Crime Scene Investigator) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA. Agraciado com as seguintes medalhas: Medalha do Mérito Técnico Cientifico “Governador Mario Covas” pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Cientifica de São Paulo; Medalha 9 de Julho outorgado por serviços prestados a cultura, serviços humanitários, trabalhos sociais, a arte em geral e à Democracia e ao Estado de São Paulo; Medalha Constitucionalista serviços relevantes prestados à São Paulo e ao culto aos ideais cívicos e patrióticos atrelados ao movimento da Revolução Constitucionalista de 1932; Medalha de bronze da Academia de Polícia do Estado de São Paulo, pelos 10 anos de trabalho acadêmico (bronze 10 anos, prata 20 anos e ouro 30 anos); Medalha do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo pelo apoio técnico científico à corporação. 

Gustavo D'Andrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES).

Jeniffer Sati Pereira

Bióloga. Doutora em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal), Mestre em Aquicultura e Pesca. FORMAÇÃO: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Ciência Biológicas: Biologia Vegetal: UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” campus Rio Claro curso de doutorado. Tese defendida em 01 de Julho de 2013. Título da tese: Estrutura e dinâmica da comunidade Fitoplanctônica no período de cinco anos em ambiente oligo-mesotrófico (Lago das Ninfeias), Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo. 2006 – 2008: Programa de Pós-graduação stricto sensu em Aqüicultura e Pesca – Instituto de Pesca São Paulo – SP Mestre em Aqüicultura e Pesca Dissertação defendida em 11 de Julho de 2008. Título da dissertação: Avaliação do impacto do efluente de piscicultura sobre o corpo receptor. 2002 – 2006: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Bacharel em Ciências: Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo - SP Licenciado em Ciências. Diplomada. ÁREA DE ATUAÇÃO Limnologia, Comunidade Fitoplanctônica, Diversidade Alfa, Beta e Gama (índices biológicos), Aquicultura, Biologia Vegetal. ATIVIDADE PROFISSIONAL/ COORDENAÇÃO E DOCÊNCIA: Coordenadora do Laboratório de Ecologia Aquática do Núcleo de Pesquisa em Ecologia do Instituto de Botânica, São Paulo – SP- Brasil, carga horária de 20h mensais: monitora na disciplina “Ambientes aquáticos continentais” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE VEGETAL E MEIO AMBIENTE DO INSTITUTO DE BOTÂNICA, São Paulo- SP- Brasil, carga horária: 90 horas: monitora na disciplina “Ecossistemas aquáticos continentais: caracterização física e química da água (IPP 005)” no curso de PÓS-GRADUAÇÃO EM AQÜICULTURA E PESCA DO INSTITUTO DE PESCA, São Paulo- SP – Brasil. Carga horária: 60 horas. Professora de Japonês da Aliança Cultural Brasil Japão.

Margaret Mitiko Inada Pereira

  Perita Criminal Classe Especial. Biomédica com Especialização nível Pós-graduação em Biologia Molecular aplicada às área humana, animal e vegetal. Perita Criminal desde 1988, sendo que exerceu a função como perita de campo (local de crime) na cidade de Itanhaém e da Equipe de Perícias Criminalísticas CENTRO da capital/SP. Em 2001 passou a fazer parte da equipe de peritos do laboratório de DNA do Núcleo de Biologia e Bioquímica, realizando especificamente confronto de DNA genômico para pesquisa de ocorrência de vínculo genético na área criminal. Especialista em Investigação Técnico Científica da Cena de Crime – CSI (Crime Scene Investigator) – especialização em homicídio (2011) pelo Lake Tecnical Center, Institute of Public Safety, Florida, USA.  Participou do grupo de trabalho, na Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo, para padronização de procedimento referente a casos de violência sexual. Coordenadora e Professora de Ciências Forenses, desde 2010 (Local de Crime, DNA Forense, Biologia Forense)  no IPEBJ – Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos – Ribeirão Preto – São Paulo. Atuou nas perícias dos seguintes casos: acidente do "Airbus da Tam" no aeroporto de Congonhas/SP 2007; irmãos João Vitor e Igor dos Santos Rodrigues, homicídio, Ribeirão Pires/SP 2008; Mércia Nakashima, homicídio, Guarulhos/SP 2010; crianças Nicole Mayra da Silva Nogueira e Maiara Natalie da Silva Homicídio, Sorocaba/SP, 2011; Vitor Gurman, atropelamento fatal, Land Rover, Zona Oeste, Capital /SP, 2011; Bianca Consoli, homicídio, Zona Leste, Capital/SP, 2001. Homenagem e Reconhecimento do Sistema FIESP pelos Serviços Prestados quando do acidente do Voo 3054 Airbus da TAM. Prêmio Polícia Cidadã do Instituto Sou da Paz – Ação Vencedora: O Exame de DNA como Ferramenta na Elucidação de Crimes e na Identificação de Pessoas. Prêmio Top Gun – CSI Homicide – Orlando USA - 2011.  Agraciada com a medalha do Mérito Técnico Científico "Governador Mário Covas" pelos trabalhos técnicos realizados na Polícia Científica de São Paulo. 

Tânia Mara Volpe Miele

Bacharel em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá com habilitação em Patologia Clínica e Análises Clínicas; Possui graduação em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, SP com habilitação em Direito Privado. Advogada, Biomédica, Especialista em Bioéitica pela Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil. Especialista em Ciências Forenses, Criminal Profiling, Bioética, Psicologia Jurídica, Criminologia e Direito Médico, Odontológico e da Saúde. Sócia Fundadora e Diretora Executiva do IPEBJ-  Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos. Idealizadora e Coordenadora do FSI Brasil - Forensic Sciences Investigation - Unidade Privada de Estudo, Pesquisa e Extensão Investigativa na área Forense e do Brazilian Journal of Forensic Sciences, Medical Law and Bioethics, Revista Científica Eletrônica - Editor Responsável: IPEBJ. Coordenadora Geral dos projetos de extensão e pós-graduação do IPEB.  Ex-Coordenadora da Comissão de Perícias Forenses da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-Coordenadora da Comissão de Bioética, Biodireito e Biotecnologia da OAB/SP Subsecção de Ribeirão Preto; Ex-coordenadora da Comissão de Direito Médico e da Saúde da OAB/SP - Subsecção de Ribeirão Preto; Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo FMRP-USP; Ex- Coordenadora da Comissão Jurídica da SBIOMAC - Sociedade Biomédica de Acupuntura; Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da World Association for Medical Law; Membro da Sociedade Brasileira de Bioética; Membro do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Membro Fundador da Sociedade Brasileira de Antropologia Forense. 

PROFESSORES

Ana Paula de Souza Velloso

      Antropóloga Forense: ABRAF (Associação Brasileira de Antropologia Forense). Perita em Antropologia Forense do GTP (Grupo de Trabalho Perus) da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em cooperação internacional com Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD – ONU). Mestrado em Ciências pelo Departamento de Patologia e Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo USP (2012). Graduada em Biomedicina pelo Centro Universitário Barão de Mauá (2006). Tem experiência na área de Biomedicina, com ênfase em Patologia Clínica (Análises Clínicas). Experiência na área de Medicina Legal e Bioética, com ênfase em Antropologia Forense, Ciências forenses e Identificação Humana. Docente das disciplinas Medicina Legal e de Biodireito no curso de Bacharelado em Direito da Universidade Paulista - UNIP Campus II São José do Rio Pardo, atuando tambem no mesmo campus como Docente e Coordenadora do Curso de Bacharelado em Biomedicina. Atua como Técnica em Necrópsia no Serviço de Verificação de Óbitos (SOV) da Prefeitura de Mococa - SP. Em junho de 2012 passou a integrar o Grupo de Trabalho do Araguaia (GTA) da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos do Governo Federal, ligado à Comissão da Verdade. Desenvolve trabalho de campo em escavações, para busca de ossadas de desaparecidos da Guerrilha do Araguaia (1972-1974) com o objetivo de identificação. Atuação como Perita em Antropologia Forense, nas atividades das Expedições do Grupo de Trabalho Araguaia (GTA), regulamentado pela Portaria Interministerial MJ/MD/SDH-PR nº 1.102 de 05 de junho de 2012, que tem por objetivo coordenar e executar conforme padrões de metodologia científica adequada as atividades necessárias para localização, recolhimento e devolução dos restos mortais dos desaparecidos políticos da Guerrilha do Araguaia aos seus familiares. A Participação nas atividades do Grupo de Trabalho Araguaia constitui serviço público relevante.

Antônio de Pádua Serafim - convidado

Graduado em Psicologia - UFPB (1992); Mestrado em Neurociências e Comportamento pelo Instituto de Psicologia (IPUSP, 1999); Doutorado em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP (2005); Especialização em Psicologia Hospitalar pelo Hospital das Clínicas HCFMUSP (1994). Diretor do Serviço de Psicologia e Neuropsicologia e Coordenador do Programa de Psiquiatria e Psicologia Forense (NUFOR) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (IPq/HCFMUSP). Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Docente Orientador do Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Comportamento (IPUSP); Membro do GT ANPEPP Tecnologia Social e Inovação: Intervenções Psicológicas e Práticas Forenses contra Violência. Área de pesquisa: Saúde Mental e Violência, Personalidade, Psicologia e Neuropsicologia Cínica e Forense.

Camilla Monti Oliveira

Possui graduação em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP (2009) e aprimoramento e especialização em Neuropsicologia no Contexto Hospitalar pelo Instituto de Psiquiatria (IPq - HCFMUSP). Mestranda do Programa de Psicobiologia da FFCLRP - USP. Atualmente atua com avaliação neuropsicológica e psicológica no Hospital das Clínicas da USP - RP.

Denis Victor Lino de Sousa

Mestre em Investigative and Forensic Psychology pela University of Liverpool, Especialista em Psicologia Jurídica e Investigação Criminal pela Faculdades Integradas de Patos (FIP), Graduado em Psicologia com foco em Clínica Psicanalítica pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) concluído em Jun/16. Bolsista PIBIC entre 2013 e 2015. Pesquisador em Psicologia Jurídica e Investigativa com artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais e trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais.

Emanuele Seicenti de Brito

  Bacharel em Direito graduada pelo Centro Universitário Toledo de Araçatuba. Mestre e Doutora em Ciências pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo/Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento da pesquisa em enfermagem, período sanduíche na Universidade de Surrey (School of Law). Linha de pesquisa: Promoção de Saúde Mental/Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde/Proteção Internacional dos Direitos Humanos/Direito à Saúde. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento.

Erikson Felipe Furtado

Erikson Felipe Furtado é professor de Psiquiatria da Infância e Adolescência, da Divisão de Psiquiatria do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) da USP (Universidade de São Paulo), Campus de Ribeirão Preto. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), com especialização em Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e Adolescência pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1986). Obteve seu título de doutorado na Alemanha, pela Universidade de Heidelberg (1993), com bolsa do CNPq, em Medicina na área de Psiquiatria Infanto-Juvenil, sob orientação do Prof. Dr. Martin H. Schmidt. Foi pesquisador pós-doutor do Instituto de Psiquiatria da UFRJ de 1993 a 1994, com bolsa RD do CNPq. Fez pós-doutoramento na área de Álcool e Drogas, no Central Institute of Mental Health-Mannheim, Alemanha, de 2000 a 2001, com bolsa FAPESP. É coordenador da Área de Saúde Mental e Psiquiatria da Infância e Adolescência. É pesquisador principal e coordenador do NPCP/PAIPAD - Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia/Programa de Ações Integradas para Prevenção e Atenção ao Uso de Álcool e Drogas na Comunidade, da FMRP-USP. Com recursos da OMS desenvolveu o projeto PAI-PAD/OMS para implementação e disseminação das Intervenções Breves para álcool e drogas. Com recursos da FAPESP e CNPq desenvolveu estudos para o desenvolvimento de protocolo de intervenções breves para aplicação em gestantes. Tem linhas de pesquisa sobre os temas: exposição intra-uterina a álcool e drogas e psicopatologia do desenvolvimento, através de projetos longitudinais, envolvendo saúde mental da gestante e puérpera, e dos filhos de farmacodependentes. É professor e orientador de pós-graduação nos programas de Saúde Mental da FMRP-USP (CAPES 6) e Toxicologia da FCFRP-USP (CAPES 5), tendo concluído até o presente, três orientações de doutorado, onze orientações de mestrado, três supervisões de pós-doutorado e 20 orientações de iniciação científica, a maioria com bolsas de agências de pesquisa. Orienta atualmente, cinco alunos de doutorado, quatro alunos de mestrado e dois alunos de iniciação científica.Tem cooperação com a Organização Mundial da Saúde, com a Organização Pan-Americana da Saúde e com parcerias internacionais, nos EUA, Reino Unido e Alemanha. É membro de corpo editorial e revisor em várias revistas científicas nacionais e internacionais. É integrante da participação brasileira no programa Treatnet II da UNODC United Nations Office for Drugs and Crime. É membro convidado do GDG - Guidelines Development Group da OMS para consumo de álcool e drogas na gestação. (Texto informado pelo autor)

Fernanda Aguiar Pizeta

Psicóloga pela FFCLRP-USP, Psicóloga Judiciária do Anexo da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Fórum da Comarca de Ribeirão Preto - Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Docente junto ao Curso de Psicologia da Universidade Paulista-UNIP, Pós-doutora pelo Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP, Doutora em Ciências pelo Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo - Programa de Pós-Graduação do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP e Especialista em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo. Atuação, principalmente, nos seguintes temas: psicologia jurídica, saúde mental, desenvolvimento infantil, psicodinamismos familiares.

Fernanda De Vargas

Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Ciências Criminais da PUCRS, orientanda do professor Dr. Gabriel José Chittó Gauer. Bolsista CAPES. orcid.org/0000-0003-4984-3503. Mestre em Psicologia com ênfase em Psicologia da Saúde, pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Possui graduação em Psicologia pelo Centro Universitário Franciscano - UNIFRA (2010) e Especialização em Psicologia, ênfase em Saúde Comunitária pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2012). Atua como colaboradora no Grupo de Pesquisa: Pesquisa e Avaliação em Alterações da Cognição Social (PAACS) sob Coordenação do Professor Dr. Silvio José Lemos Vasconcellos da UFSM. Concluiu o Programa Especial de Graduação em Formação de Professores para a Educação Profissional (PEG) pela UFSM, sendo assim, Licenciada em Psicologia (2014). Possui experiência profissional principalmente em temáticas como: violência, situações de vulnerabilidade, adolescência, tendo também realizado pesquisas sobre estes temas. Atualmente pesquisa temas como: neurociência, expressões faciais, alterações da cognição social, psicopatia, contextos carcerários e Medidas Socioeducativas. (Texto informado pelo autor)

Gustavo D'Andrea

Advogado. Doutor em Ciências Enfermagem Psiquiátrica, EERP-USP). Mestre em Ciências (Psicologia, FFCLRP-USP). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento (GEPESADES).

Isamara Geandra Cavalcanti Caputo

Cirurgiã-Dentista, graduada em Odontologia pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP (1995). Especialista em Odontologia Legal e Deontologia pela FOP/UNICAMP (2007), Mestre em Odontologia Legal e Deontologia pela FOP/UNICAMP (2009). Doutora em Clínica Médica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - FMRP-USP (2014); Professora do Curso Atualização em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, e dos cursos de especialização em Ortodontia, Endodontia, Dentística, Implatodontia na Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas seccional de Ribeirão Preto ministrando aulas de Odontologia Legal, Ética, Legislação e Metodologia. Professora dos cursos de especialização em Direito Médico e da Saúde e Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos - IPEBJ. Coordenadora do Curso de Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos - IPEBJ. Perita Colaboradora do Centro de Medicina Legal da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (CEMEL). Diretora do Departamento de Odontologia Legal (DOL/APCD-RP) da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, seccional Ribeirão Preto. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Odontologia Legal e Deontologia, atua como perita "ad hoc" e assistente técnica na área de odontologia.

Leonardo Ferreira Faria

Psicólogo, Mestrando em Ciências Criminológicas-Forenses, Especialista em Neuropsicologia, Criminologia e Psicologia Jurídica. Psicólogo Criminal da IML - Instituto Médico Legal do Estado de Goiás. Coordenador Nacional do Curso de Pós-Graduação em Avaliação Psicológica, e de Perícia Criminal/Ciências Forenses do grupo DALMASS.  Professor na Academia da Polícia Militar do Estado de Goiás (Curso de Formação de Oficiais, Especialização em Altos Estudos em Segurança Pública e Curso de Negociador Policial). Professor de disciplinas, Supervisor de Estágio e Orientador de TCC do Curso de Pós-Graduação do IPEBJ-SP, PUC-GO, IPEBJ-SP, NEPNEURO-GO, Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás e Acadepol-Paraíba. Realiza consultoria em temas de Neurociência e Criminologia. Autor e escritor de artigos científicos e capítulos de livros, com temas em Neurociências e Criminologia. Membro sócio da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia. Diretor Financeiro da Associação Brasileira de Psicologia Jurídica.

Luciana da Silva Sobolwsky

Psicóloga formada pela FURB - Universidade Regional de Blumenau - Santa Catarina, Pós Graduada em Expressões Faciais da Emoção pela Universidade Fernando Pessoa de Porto - Portugal. Profissional da área de Desenvolvimento Humano e Organizacional, há 10 anos. Atua com Recrutamento e Seleção (R&S) e Treinamento e Desenvolvimento Humano(T&D). Palestrante em temas como: Comportamento Humano, Relações Humanas, Criatividade, Gestão de Mudanças, Atendimento ao Cliente, Marketing do Consumidor. Pesquisadora em Psicologia Social e Comportamental (Tema: Representações Sociais e Expressões Faciais - Reconhecimento de Expressões, Micro Expressões Faciais e Empatia). Atua como Consultora Organizacional desde 2006 e fundou em 2013 a Virtuose Soluções Comportamentais,empresa de treinamento e desenvolvimento gerencial. É hoje Consultora Especialista em Expressões Faciais de Emoção da USPIT - US Police Instructor Teams, Flórida, EUA (Parceira Institute of Public Safety do Estado da Flórida, EUA).

Rubens Correia Junior

  Mestre em Ciências pela USP/Ribeirão Preto - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/ Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento de pesquisa em enfermagem. Área: Enfermagem Psiquiátrica. Linha de pesquisa: Promoção de saúde mental / Estudos sobre a conduta, a ética e a produção do saber em saúde. Possui graduação em Direito pela Universidade de Uberaba (2004). Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade de Franca e especialista em CRIMINOLOGIA pela PUC/MINAS(2008/2009). Atualmente é professor de graduação nas áreas de Direito público com Ênfase em Penal e Constitucional. Professor de Criminologia e Homicidas em série, Criminologia, legislação penal especial, crimes tributários (dentre outras disciplinas) em pós-graduações pelo Brasil como PUC/BH, UNIT/SE, UNIUBE/MG, IPEBJ/SP. Coordenador e docente do IPEBJ/SP. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Saúde Global, Direito e Desenvolvimento GEPESADES/USP. Membro da comissão de Direitos Humanos da OAB/MG. 

Rui Mateus Joaquim

Pós-Doutorado ( Bolsista CNPq ) do Programa de Pós-Graduação em Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Doutor em      (Neuro) Ciências pelo programa de Pós-Graduação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) Bauru/SP. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pelo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Bauru/SP. Especialista em Psicologia da Saúde, Práticas Clínicas e Hospitalares pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Bauru/SP. Graduado em Psicologia (Bacharelado e Formação de Psicólogo) pela Faculdade da Fundação Educacional Araçatuba (FEA). Integra o Editorial Board da revista "Frontiers in Psychology/Psychopatology" como Review Editor.

Sara Tamiris Cirilo Fernandes

Graduada em Psicologia pela Universidade de Ribeirão Preto (2013). Mestre em Ciências com ênfase em Psicobiologia pela Universidade de São Paulo (2016). Doutora em Ciências com ênfase em Psicobiologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo e atualmente é docente do curso de Psicologia da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP).

Silvio José Lemos Vasconcellos - convidado

Psicólogo, Mestre em Ciências Criminais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e Doutor em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor Adjunto do Curso de Psicologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Desenvolve trabalhos voltados para a avaliação e etiologia da Psicopatia, do Transtorno de Personalidade Anti-Social e para as suas respectivas implicações jurídicas. Desenvolveu trabalhos voltados para a divulgação científica da Psicologia Cognitiva e estudos sobre a História da Psicologia e das Ciências Cognitivas. No âmbito da Psicometria, construiu e validou a Escala Fatorial de Abertura à Experiência (EFA) com base no modelo dos cinco grandes fatores, sendo ainda um dos pesquisadores responsáveis pela adaptação e validação, no Brasil, do Psychopathy Checklist: Youth Version (PCL:YV) e da Medida Interpessoal de Psicopatia (IM-P). Dedica-se, atualmente, à construção e validação de instrumentos para avaliar mecanismos da cognição social, investigando a relação entre a capacidade de identificar emoções expressas pela face com a etiologia de diferentes transtornos mentais.

Tânia Konvalina

Estudou Psicologia e Aconselhamento Psicológico na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto e em 2000 completou a Pós-graduação em Ciências Forenses no Instituto de Medicina Legal do Porto. Deixou Portugal fixando-se em Londres onde fez o Mestrado em Psicoterapia Integrativa no Regent's College School of Psychotherapy and Counselling. Durante os oito anos que viveu no Reino Unido, trabalhou como psicoterapeuta (consultório privado) e como psicóloga clínica destacando-se o trabalho que realizou na comunidade terapêutica -Ashley Road Day Centre- um projecto da ONG Islington MIND onde trabalhou com doentes psiquiátricos crónicos. De regresso a Portugal em 2008, enveredou pelo ensino académico no Instituto Superior da Maia-ISMAI, onde lecciona como professora convidada na licenciatura em Criminologia, no Departamento de Ciências Sociais e do Comportamento. Sendo ainda responsável pelas unidades curriculares de Biopsicossociologia do Comportamento Desviante e de Perfis Psicológicos em Criminologia. É também investigadora na Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento, da mesma instituição (UICCC/ISMAI). Tem desenvolvido as suas investigações, produção científica e docência nas áreas dos Comportamentos Desviantes, Análise Comportamental no Contexto Investigativo, Psicopatia e Psicodinâmicas do Crime Violento. É professora convidada do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos (Brasil) leccionando na Pós-graduação em Profiling Criminal e Psicologia Investigativa. É ainda preletora em formações em eventos de instituições variadas como são o Instituto Português de Piscologia (Pós-graduação em Investigação Criminal e workshops) e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto(Mestrado em Medicina Legal). Em 2012 publicou os manuais académicos Introdução à Biopsicossociologia do Comportamento Desviante e Profiling Criminal: introdução à análise comportamental no contexto investigativo. Ainda em 2012 tornou-se membro da International Association of Forensic Criminologists Em 2013 fundou Profiling Criminal - Formação e Consultoria começando a trabalhar na área da Criminologia Forense, sob a orientação do Professor Doutor Brent E. Turvey. Actualmente encontra-se a fazer o Doutoramento em Criminologia e Investigação Socio-Legal, mais especificamente sobre os aspectos éticos e legais da avaliação da psicopatia no contexto forense, com o Departamento de Sociologia e de Criminologia da Universidade de Essex no Reino Unido. É também membro do Conselho Consultivo da APC-Associação Portuguesa de Criminologia. Coordenadora e docente do IPEBJ. Membro do FSI Brasil.

CARREGAR MAIS

MODALIDADES | MATRÍCULAS

Presencial
Início das Aulas: 12/11/2021
Duração: 18 meses
09 Encontros PRESENCIAIS no campus da FVM
+ 09 Encontros ONLINE e AO VIVO*
No boleto em até 1+24 de
R$ 726,00
Desconto de
R$ 2.631,75 à vista (15%)

Ver outras formas de pagamento e descontos

As aulas presenciais ou online e ao vivo acontecem mensalmente. 
Periodicidade: todo 2º final de semana do mês.
Dias e horários: às sexta-feiras das 18h às 23h e aos sábados das 8h às 18h.

Presencial
Formas de Pagamento
25x
1x R$ 726,00 + 24x R$ 726,00
20x
1x R$ 605,00 + 19x R$ 877,25
12x
1x R$ 605,00 + 11x R$ 1.435,50
à vista
R$ 15.518,25

*Descontos Especiais:
**Desconto para Policiais Federais, Civis, Militares e da Guarda Municipal, assim como para carreira Militar (Exército, Marinha e Aeronáutica): 20%.
Desconto por indicação: 5% a cada indicação que se matricular em qualquer curso de Pós-Graduação Lato Sensu.
Desconto para alunos e ex-alunos, devidamente certificados, de Pós-Graduação Lato Sensu da FVM: 25%.
Descontos através de convênios. Clique aqui

*Descontos não se aplicam à primeira parcela do curso (referente à matrícula).
**Os descontos poderão ser estendidos aos dependentes de primeiro grau (filhos e cônjuge).

Voltar
EAD Live
Início das Aulas: 27/11/2021
Duração: 12 meses
12 Encontros ONLINE e AO VIVO*
No boleto em até 1+19 de
R$ 771,35
Desconto de
R$ 2.198,35 à vista (15%)

Ver outras formas de pagamento e descontos

As aulas online e ao vivo acontecem mensalmente. 
Periodicidade: todo 4º final de semana do mês.
Dias e horários: aos sábados das 8h às 18h.

EAD Live - Aulas Online 100% ao Vivo

Interação com os professores: Durante as aulas, você pode interagir com o professor ao vivo pela plataforma, tirando dúvidas e participando ativamente da aula em tempo real, simplesmente ao ativar sua câmera e seu microfone.

Horários Flexíveis: Caso prefira ou não possa participar das aulas ao vivo, você poderá assistir às gravações, que ficam disponíveis durante todo o período do curso.

Reveja os conteúdos: Você pode rever os conteúdos das aulas quantas vezes quiser, mesmo que já tenha participado das aulas ao vivo.

EAD Live
Formas de Pagamento
20x
1x R$ 771,35 + 19x R$ 771,35
12x
1x R$ 771,35 + 11x R$ 1.199,10
à vista
R$ 13.228,65

*Descontos Especiais:
**Desconto para Policiais Federais, Civis, Militares e da Guarda Municipal, assim como para carreira Militar (Exército, Marinha e Aeronáutica): 20%.
Desconto por indicação: 5% a cada indicação que se matricular em qualquer curso de Pós-Graduação Lato Sensu.
Desconto para alunos e ex-alunos, devidamente certificados, de Pós-Graduação Lato Sensu da FVM: 25%.
Descontos através de convênios. Clique aqui

*Descontos não se aplicam à primeira parcela do curso (referente à matrícula).
**Os descontos poderão ser estendidos aos dependentes de primeiro grau (filhos e cônjuge).

Voltar